Como precificar os recicláveis?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Precificar recicláveis

 

Por que os catadores trabalham tanto e ganham tão pouco? Por que precificar recicláveis de forma correta é tão importante ? Como ajudar os catadores, o meio ambiente e conseguir renda extra? Como ser um empresário de sucesso no comércio de recicláveis?

O vai e vem dos catadores de recicláveis é uma cena tão comum que a maioria nem os percebe. Contudo, independente do tamanho da cidade, em todos os lugares há pessoas famintas. Essas, vasculham no lixo produtos com algum valor comercial para ter comida no final do dia. Assim, são pessoas que na maioria das vezes, o sistema esqueceu.

Essas pessoas, embora vulneráveis, fazem um trabalho de formigas que ajuda a natureza a respirar. Por isso, visíveis ou não para a sociedade, os catadores buscam seu sustento no lixo e fazem a economia cíclica acontecer. Como ajudar esses agentes ambientais anônimos a ter vida digna e seu trabalho valorizado? Aqui você vai descobrir como ajudar essas pessoas, o meio ambiente e melhorar sua renda.

Por que os catadores trabalham tanto e ganham tão pouco?

Observando os catadores com seus carrinhos lotados, não nos damos conta da importância desses trabalhadores para a economia do país. Conforme o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, quase 90% dos resíduos reciclados no Brasil passam pelas mãos dos catadores. Outro dado importante, é que todo tipo de material reciclável tem mercado certo nas indústrias recicladoras. Então porque os catadores são tão mal remunerados?

Alguns fatores são fundamentais para agregar -ou não- valor na hora de comercializar os resíduos recicláveis. Um deles é a questão da quantidade e da qualidade dos resíduos. O catador não tem formação, não conhece os meios do mercado e acaba vendendo pelo valor que o atravessador quer pagar. Um outro ponto muito importante, é o fato de a maioria não saber precificar seus materiais recicláveis.

A quantidade dos materiais que conseguem recolher, mantém os catadores longe de conseguirem negociar diretamente com indústrias. Como seus materiais são na maioria, oriundos de lixões, a má qualidade também influencia no valor de venda.

Se os catadores conseguirem seus materiais antes de irem para o caminhão, já melhoram em muito a qualidade dos produtos. Isso ajuda a garantir um valor de venda bem melhor. Mas para essa e outras ações que agregam valor mais significativo aos materiais no comércio de recicláveis, é preciso conhecimento.

Por que precificar recicláveis de forma correta é tão importante?

Recolher do lixo o sustento, além de exaustivo é um trabalho de muitos riscos. Se fosse para pagar a insalubridade desses trabalhadores, com certeza receberiam um bom dinheiro. Infelizmente o único dinheiro que os catadores têm acesso é o que recebem na hora que vendem seus recicláveis.

A falta de conhecimento de catadores e catadoras, os submetem a vender o coletam com tanto sacrifício, por valores quase insignificantes. Isso porque, não conhecem o mercado além do processo que realizam: coleta e triagem de recicláveis. Mas o atravessador conhece!

Os atravessadores ou “sucateiros” sabem que vender em quantidade para grandes compradores, confere uma capacidade de negociar preços melhores. Porém a maioria desses captadores, pagam valores mínimos quando compram dos catadores. Muitos catadores reclamam que sentem-se “roubados” pelos atravessadores e sucateiros.

Mesmo nessa condição de subtraídos, os catadores não têm outra opção. Até mesmo porque, para vender com melhor preço os seus materiais, teriam que negociar com quem compra em grande quantidade. Contudo, ainda que recolhessem resíduos 24 horas por dia, não conseguiriam juntar o volume mínimo necessário.

O melhor caminho é saber precificar os recicláveis

Nesse contexto, o caminho para melhorar o ganho por quilo de reciclável é saber precificar. E para tal, é preciso entender que a qualidade do material conta muito. Por isso, estar informado dos valores praticados no mercado das grandes indústrias pode ajudar a precificar melhor, ou mesmo mudar de comprador, escolhendo um sucateiro que ofereça valores mais justos.

Quando se entende como o comércio de recicláveis funciona, você consegue ajudar os catadores comprando e pagando valores justos. Pois como em qualquer comércio, a lógica é a mesma: comprar barato e vender mais caro.

A precificação de seus materiais é o fator que vai determinar seu lucro final. Assim, esse lucro final é o que aponta o quanto seu tempo e seu trabalho valem. Portanto, é bom estar atento aos valores de mercado e saber negociar na hora da venda.

Como ajudar os catadores, o meio ambiente e conseguir renda extra?

Empreender no comércio de recicláveis é mais que uma alternativa viável. É ser agente ambiental e social. A retirada de resíduos sólidos das ruas e aterros sanitários, ajuda a reduzir os impactos ambientais causados pelos mesmos. Além disso, toda vez que um novo produto é criado a partir de um material reciclado, recursos naturais são preservados.

Como empresário do comércio de recicláveis, você pode buscar quantidade comprando materiais de vários catadores. Assim você se torna, de certa forma, agente de promoção social. Pois pode ensiná-los a selecionar materiais de melhor qualidade para garantir preços mais significativos. Vendendo por preços justos materiais de qualidade superior, os catadores agregam valor a seus produtos e ao seu trabalho.

É de grande interesse da indústria ter acesso aos materiais recicláveis de quem se propõe a comercializá-los. O reaproveitamento dos recicláveis é uma forma inteligente e econômica para que a indústria possa fabricar produtos mais baratos. Ao mesmo tempo que promove renda para catadores e lucros para empresários do comércio de recicláveis.

Todo esse trabalho produtivo e sustentável criado a partir do comércio de recicláveis, promove a economia circular que é um benefício para todos. Assim, a natureza agradece!

Como ser um empresário de sucesso no comércio de recicláveis?

No comércio de recicláveis você pode iniciar com pouco ou nenhum investimento e crescer gradativamente. Sendo assim, pode inclusive, começar paralelamente ao trabalho que faz atualmente. Não precisa investir em infraestrutura, máquinas ou qualquer coisa do tipo. É sobretudo trabalhar no mercado na forma como ele está.

O Comércio de Recicláveis tem diversas opções como metais, plásticos, papel, e muito mais. Escolha o segmento que você terá mais facilidade para trabalhar e garantir lucro mais rapidamente. Comprar e vender, é simples. Mas o que garante sucesso nesse mercado é como e para quem vender.

O mercado de resíduos recicláveis é um setor que movimenta bilhões. Dessa forma, conhecendo os caminhos do mercado, você pode negociar grandes quantidades diretamente com as indústrias. Isso te coloca no mercado internacional de commodities. Estamos falando de muitas toneladas de materiais recicláveis vendidos para indústrias de qualquer parte do mundo!

Quando você entender o mercado de recicláveis e os detalhes desse setor, poderá atuar em qualquer mercado do mundo. E sem precisar ter que comprar terreno, máquinas ou equipamentos. Todo o investimento inicial deve ser concentrado na sua própria qualificação. Afinal, conhecimento e capacitação é o que diferencia os empresários de sucesso dos catadores perpétuos.

Para que você entre nesse mercado lucrativo e sustentável sem sofrimento e na direção certa, o Virapuru Training Center criou o curso CORE(Comércio de Recicláveis).

O CORE lhe entrega a receita para turbinar o seu negócio com recicláveis.
Assim, no curso Comércio de Recicláveis, você aprende a identificar a oportunidade de obter lucro em troca de benefícios sociais.

Com o CORE você vai aprender a negociar seus recicláveis de forma correta. Vai entender como criar sua lista de fornecedores e compradores e a precificar seu material. Conhecimento é poder! CLIQUE AQUI e garanta sua vaga nesse mercado bilionário.

Veja o que dizem nossos alunos sobre precificar recicláveis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

Mais Virapuru